Aprendendo a meditar:
"Ensinar e Aprender"  – Krishnamurti em palestras em 1974 para professores e alunos do Rishi Valley e Rajghar -
trechos selecionados das pag 15/22/24/26/105/130/– ICK  

(...) Para aprender a meditar, devem observar a atividade de sua mente. Tem de observa-la, tal como observam uma lagartixa a andar pela parede. Vêem suas quatro patas aderidas à parede, e, nesse observar, percebem-lhe todos os movimentos. Do mesmo modo, observem o movimento do seu pensar. Não tentem corrigi-lo nem controlá-lo. Não digam: "Isso é difícil demais" . Apenas observem; agora - não amanhã. Em primeiro lugar, fiquem bem quietos. Sentem-se comodamente, cruzem as pernas, mantenham-se imóveis, e fechem os olhos, procurando evitar que se movam. Entenderam? Os glóbulos oculares tendem sempre a mover-se: conservem-nos quietos como por brincadeira. Então, nesse estado de quietude, reparem o que faz seu pensamento. Observem-no, da mesma maneira como observam a lagartixa. Atentem para os pensamentos, seu curso, um atrás do outro. Assim se começa a aprender, a observar.

Estão observando seus pensamentos, vendo como um sucede ao outro, enquanto o próprio pensar vai dizendo: "Este pensamento é bom, este é mau?" À noite, ao se deitarem, ou quando passeiam, observem seu pensamento. Apenas observem, não o corrijam; deste modo, começarão a aprender a meditar. Agora, fiquem sentados tranqüilos. Fechem os olhos e procurem impedir o movimento dos glóbulos oculares. Em seguida observem seus pensamentos para aprenderem.
O aprender, uma vez iniciado, não tem fim.

 
 

home
asthanga power yoga

www.yogabrasil.com.br

revista yogabrasil